CAIXA participa de comitiva do Governo Federal em apoio ao Rio Grande do Sul

Publicada em 10/09/2023

Banco define ações para auxiliar municípios atingidos pelas enchentes

Representantes da CAIXA participaram, neste domingo (10), da comitiva chefiada pelo presidente em exercício, Geraldo Alckmin, que visitou as regiões mais afetadas pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul, que ocasionaram enchentes no Vale do Taquari. Pelo banco, estiveram presentes a presidenta do banco, Maria Rita Serrano, e os vice-presidentes Luciola Aor (operação do FGTS), Cristina Farah (Negócios de Varejo), Inês Magalhães (Habitação), Ronny Peterson (Atacado) e Sérgio Bini (Fundos de Investimento).

A comitiva contou ainda com a participação de ministros de Estado, do governador Eduardo Leite, prefeitos locais e demais representantes dos poderes públicos estaduais e municipais. Os executivos acompanharam a comitiva do Governo Federal em demonstração de solidariedade, reforçando o papel da CAIXA enquanto agente de políticas públicas e banco social.

O grupo esteve no hospital de campanha, montado em caráter de urgência, na cidade de Roca Sales, onde também visitou as áreas afetadas pela cheia do Rio Taquari. Na sequência, os participantes estiveram no bairro Fátima, no município de Muçum, que foi devastado pela força da água. Em Lajeado, na UNIVATES, a presidenta Maria Rita Serrano se reuniu com empresários e prefeitos da região para receber suas demandas, propostas de soluções e demonstrar o apoio.

“Viemos com uma grande equipe do banco para acompanhar essa situação de emergência. É tudo muito triste. Ver as casas destruídas e todo esse cenário complicado. Mas, além da nossa solidariedade com as famílias que perderam entes queridos e seus lares, viemos também anunciar uma série de ações da CAIXA para tentar amenizar o sofrimento dessas pessoas. Atenderemos as famílias, com o máximo de dignidade possível e trabalharemos junto ao Governo Federal para a reconstrução das cidades”, relatou, com grande comoção, a presidenta da CAIXA, Maria Rita Serrano.

Atendimento

Com a passagem do terceiro ciclone extratropical, 79 municípios do estado do Rio Grande do Sul encontram-se em estado de calamidade pública. Inúmeras famílias perderam tudo e estão desalojadas. Já foram registradas 43 óbitos e mais de quarenta pessoas desaparecidas, tornando o desastre a maior catástrofe natural no estado, desde 1980, e a segunda maior enchente do Rio Taquari, ocorrida em 1941.

Três unidades CAIXA foram afetadas, sendo que duas foram completamente destruídas. A Agência Cruzeiro do Sul passa por processo de restauração e volta a operar até terça-feira (12). A Agência Muçum e a Agência Roca Sales passarão por grandes reformas e o atendimento será realizado em unidades provisórias a partir de sexta-feira (15). Até que o atendimento seja normalizado, os habitantes das cidades de Muçum e Roca Sales contarão com a equipe da Agência Encantado, que está localizada a menos de 10km de distância destes municípios.

Confira o cronograma de retomada do atendimento das três unidades CAIXA que foram afetadas:

  • Agência Cruzeirense, localizada no município de Cruzeiro do Sul – normalização do atendimento até terça-feira (12).
  • Agência Muçum e Agência Roca Sales, localizadas nos municípios homônimos, contarão com unidades provisórias de atendimento com início do funcionamento previsto para sexta-feira (15). A reforma das instalações danificadas deverá ser concluída em até 90 dias.

Mediante a habilitação dos municípios atingidos para Saque Calamidade do FGTS, contemplando também a antecipação do pagamento do Bolsa Família, as agências da CAIXA serão abertas com 1 hora de antecedência para atendimento aos clientes.

Comitiva realizou 1 minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ciclone

Saque do FGTS

O banco auxilia as autoridades locais com a intenção de agilizar a solicitação de habilitação para liberação do saque do FGTS aos trabalhadores.

Cerca de 285 mil trabalhadores serão beneficiados com o saque, sendo liberado um valor total aproximado de R$ 463 milhões, uma média de R$1.624,00 por beneficiário.

Após a liberação, a população poderá realizar o saque do FGTS de forma digital, no celular, de forma fácil e rápida pelo aplicativo FGTS, sem a necessidade de comparecer a uma agência.

É necessário possuir saldo na conta do FGTS e não ter realizado saque pelo mesmo motivo em período inferior a 12 meses. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220.

A vice-presidente do Agente Operador, Luciola Aor, destaca que a importância do auxílio neste momento. “A CAIXA, no seu papel social, apoia os entes públicos e os trabalhadores, operacionalizando e auxiliando o acesso ao Saque Calamidade do FGTS para liberação do recurso nesse momento tão sensível de reconstrução”, ressaltou.

Apoio aos produtores rurais

O banco está implantando esteira diferenciada para concessão do Crédito Rural Agro Caixa e atendimento diferenciado para a Agricultura Familiar através do Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Proagro).

Confira as ações:

Crédito Rural CAIXA

Por meio do crédito rural, nas linhas de custeio, investimento, industrialização e comercialização, a CAIXA busca estimular os investimentos realizados pelas cooperativas e pelos produtores rurais, do plantio à comercialização, para fortalecer o desenvolvimento do campo, atendendo ao pequeno, médio e grande produtor.

Custeio CAIXA PRONAMP (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural):

O Crédito Custeio CAIXA PRONAMP cobre despesas da produção agrícola e pecuária de pessoas físicas e jurídicas. Na produção agrícola, o crédito pode custear a aquisição de insumos, sementes, fertilizantes e defensivos para culturas de algodão, alho, amendoim, arroz, café, cana-de-açúcar, cenoura, feijão, girassol, laranja, maçã, mandioca, milho, soja, sorgo, tomate, manga, trigo, uva, entre outros.

Na pecuária, o crédito pode ser usado para cobrir as despesas com animais, como compra de vacinas, medicamentos e rações em bovinocultura de leite e de corte, além da aquisição de animais para recria e engorda. O cliente pode solicitar custeio de até R$ 1,5 milhão, com taxa a partir de 7,5% a.a. e prazo de até 24 meses para as operações agrícolas e pecuárias.

Disponibilização de R$ 500 milhões do PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar)

A linha de custeio, voltada para agricultores familiares, financia até 100% de despesas relativas ao ciclo produtivo de lavouras de café, cana de açúcar, milho, soja, fruticultura, hortaliças, entre outros, incluindo a aquisição de insumos, pagamento de serviços e todas as despesas do trato animal para o custeio pecuário, com prazo de até 24 meses para as operações agrícolas e pecuárias.

Disponibilização de R$300 milhões, com taxas a partir de:

  • 3,0% a.a. para sistemas de produção orgânicos, produtos da sociobiodiversidade, bioeconomia ou agroecologia.
  • 3,5% a.a. para atividades relacionadas a segurança alimentar como o cultivo de  arroz, feijão, mandioca, trigo, amendoim, alho, cebola.
  • 5,5% a.a. para as demais finalidades da agricultura familiar.

Mais informações sobre crédito rural estão disponíveis em https://www.caixa.gov.br/agro/investimento/Paginas/default.aspx.

Presidenta Maria Rita Serrano ao lado do Presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, nas ruas de Roca Sales/RS

Presidenta Maria Rita Serrano ao lado do Presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, nas ruas de Roca Sales/RS

Condições especiais para clientes:

HABITAÇÃO

  • Clientes que possuem financiamento habitacional da CAIXA podem solicitar uma pausa de até 90 dias nas agências do banco. As prestações são incorporadas ao saldo devedor dos contratos.
  • O banco também oferece suporte imediato aos clientes para acionamento de seguro habitacional e procedimentos para pagamento de indenizações.

Linhas de financiamento

  • CONSTRUÇÃO EM TERRENO PRÓPRIO – A CAIXA disponibiliza linhas de financiamento subsidiado para Construção em terreno próprio para famílias com renda bruta de até R$ 8 mil. Valor do financiamento: Mínimo R$ 50 mil – Máximo R$ 280 mil. Na fase de reforma, o cliente paga somente juros e seguro MIP E DFI.
  • CONCLUSÃO/AMPLIAÇÃO/REFORMA – Valor do financiamento: Mínimo R$ 20 mil – Máximo R$ 50 mil. Renda familiar bruta mensal até R$ 3 mil. Na fase de reforma, o cliente paga somente juros e seguro.

CRÉDITO PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS

A CAIXA ofertará condições exclusivas em Crédito PF e PJ, como medida de apoio aos moradores e às Micro e Pequenas Empresas presentes em municípios do Rio Grande do Sul com decreto de calamidade em razão do ciclone extratropical:

Para os clientes com contratos ativos pessoa física, o banco oferece:

CDC

  • A CAIXA ofertará a partir de terça-feira, 12/set, condição diferenciada na contratação do Crédito Direto CAIXA, com desconto de 10% em todas as modalidades, com taxas a partir de 2,85% a.m.
  • O CDC possui limite de até 50 mil reais e pode ser pago em até 72 vezes, de acordo com a capacidade de pagamento do cliente, e carência de até 60 dias.
  • Uma vez creditado na conta do cliente, pode ser movimentado de forma imediata, com transferências eletrônicas, PIX, pagamento de boletos e uso de cartão de débito.
  • Contratos ativos de crédito comercial PF (CDC ou contrato de renegociação) com pausa de até três meses

PENHOR

  • Dispensa de encargos na renovação dos contratos de Penhor de forma automática, para todos os clientes da região afetada.

CRÉDITO CONSIGNADO

  • Aumento de prazo, e possibilidade de carência no crédito consignado, de acordo com negociação com convênio regional, existe possibilidade de aumentar o prazo do contrato e revisão da taxa de juros.

CESTA DE SERVIÇOS

  • Isenção de cobrança por 90 dias, para os clientes que possuírem cesta de serviços sem campanha de desconto ativa.

Para clientes ativos Pessoa Jurídica, a CAIXA disponibiliza:

  • BCD PJ – AQUISIÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
  • Até 06 meses de carência
  • Até 60 meses para amortização

 

  • CAPITAL DE GIRO
    • Carência de até 6 meses
    • Até 60 meses para amortização
  • Isenção de cobrança de cesta de serviços por 90 dias;
  • Pausa de até três meses no pagamento de contratos de crédito PJ;
  • A pausa é um adiamento do pagamento de parcelas, a pedido do cliente, para contratos que estejam adimplentes ou com até 59 dias de atraso. Neste caso, há incorporação de juros, IOF e encargos por atraso, se houver, recalculados nas parcelas a vencer prorrogadas para o final do contrato;
  • A solicitação da pausa deve ser feita em Agência da CAIXA com assinatura do Termo Aditivo de Cédula de Crédito Bancário – Prorrogação de Prazo. Em caso de contrato com garantia, é preciso registro no cartório competente.

Para as Micro e Pequenas Empresas atingidas pelo ciclone no Rio Grande do Sul, foi intensificada a execução da Parceria CAIXA e CACB (Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil).

Por meio da interação com as associações comerciais dos municípios atingidos, serão disponibilizados benefícios e ampliação do acesso ao crédito aos empresários.

Já foram disponibilizadas bases de associados das cidades de Lajeado, Estrela, Encantado, Roca Sales, Venâncio Aires, para os quais serão realizadas ações de divulgação das condições diferenciadas disponíveis às empresas, tais como:

  • Taxas diferenciadas em empréstimos, redução média de até 33% das taxas praticadas no balcão;
  • Possibilidade de condição facilitada para avaliação de crédito;
  • Condições para renegociação de empréstimos e financiamentos, inclusive PRONAMPE, dentre outras.

As associações comerciais que ainda não compartilharam as informações de associados com a CAIXA serão contatadas para reforço da Parceria e convite para ingresso.

CRÉDITO LOTÉRICOS

  • Em caso de calamidade é possível disponibilização de crédito parcelado com taxas pré-fixadas, exclusivamente para os Empresários Lotéricos e Correspondentes CAIXA.

CAIXA SEGURIDADE

  • A Central de Atendimento para sinistros e assistência terá equipe reforçada para atendimento aos moradores.
  • Para acionamento de sinistros, os clientes dos municípios atingidos pelo ciclone terão fluxo facilitado, com documentação simplificada, proporcionando celeridade ao atendimento.
  • A CAIXA Seguridade implementou ainda esteira ágil de sinistros, com procedimento de pagamento de indenizações para processos de até R$ 10 mil do Seguro Residencial. O prazo para análise é de dois dias úteis, bastando ao cliente enviar orçamento e fotos do imóvel. Para o Seguro de Vida, são três dias úteis após o envio do atestado de óbito.

ASSESSORIA TÉCNICA AOS MUNICÍPIOS

  • Disponibilização de equipe técnica, com arquitetos e engenheiros, para assistência aos municípios na operacionalização de repasses de recursos e no trabalho social do banco.

As prefeituras poderão contar com o apoio para levantamento dos danos e estimativa de custos para a recuperação de obras em andamento ou edificações atingidas, nos contratos já acompanhados pela CAIXA, como pontes, vias de acesso, abastecimento de água, postos de saúde, escolas, entre outras.

Para outras informações sobre a poupança CAIXA, entre em contato com a Facilita: (11) 2680-0766 (Whatsapp).

ENDEREÇOS

ENDEREÇOS

©2022, FACILITA. Todos os direitos reservados.